Operações Portuárias - Praticidade para o seu negócio!

Sex, 24 de julho de 2020 às 13:48

      A operação portuária é uma das atividades logísticas mais complexas do país. Ela engloba três pontos estruturais importantes:

→ Complexo físico – terminais portuários, portos, armazéns, cais, maquinários e equipamentos...
→ Administração – entidades encarregadas de fazer a gestão dos portos;
→ Operação – rebocadores, operadores portuários, sindicatos...

      Hoje vamos falar um pouco sobre as operações portuárias da MLC e a forma como ela pode auxiliar você e a sua empresa. Visando mais praticidade para o cliente, trabalhamos tanto com a parte física dos portos e terminais, como a parte administrativa, auxiliando você com a documentação, até a parte final do tracking.

      A MLC executa operações portuárias levando em consideração o nível de serviço acordado com o cliente e provendo informações online para acompanhamento da carga. Zelamos pelo acompanhamento preciso de todo o processo, desde a partida na origem, trânsito do navio, atracação, descarga, entrepostagem, separação de mercadorias e entrega ao cliente final.

      A MLC executa carregamentos e descarga de navios Break Bulk nos seguintes terminais Portuários:

São Francisco do Sul:
      
      Calado máximo 12 metros, comprimento máximo dos navios de 250 metros, navios não necessitam ter guindastes próprios, terminal público, contamos com área de armazenagem alfandegária em zona secundária e armazém geral externa ao Porto. 

Itajaí:
      
      Terminal 1 - Calado máximo de 8,4 metros, comprimento máximo do navio de 190 metros, navio necessita ter guindastes de bordo, terminal portuário privativo, atracação programada para evitar tempo de espera do navio (demurrage), área de armazenagem alfandegária no próprio recinto portuário evitando remoção da carga, capacidade de armazenagem coberta e descoberta em zona alfandegária no recinto portuário.

      Terminal 2 - Calado máximo de 8 metros, comprimento máximo do navio de 155 metros, navio não necessita ter guindastes de bordo, terminal portuário privativo, atracação programada para evitar tempo de espera do navio (demurrage), área de armazenagem alfandegária no próprio recinto portuário evitando remoção da carga, armazém geral contíguo ao Terminal Portuário, capacidade de armazenagem coberta e descoberta em zona alfandegária no recinto portuário.

      No Porto ou nos Terminais, os produtos passam pelas conferências fiscais e físicas. Estas atividades fazem parte dos serviços que a MLC faz para você.  Após a nacionalização, transferimos suas mercadorias para nosso armazém.

      Ao chegar aos centros de distribuição da MLC, seus produtos são separados conforme o tipo, peso e material, de forma a facilitar seu controle e gestão. O manejo dos produtos é feito com toda a responsabilidade e cuidados. Durante todas as etapas deste processo você tem informações atualizadas e em tempo real até o chegada da mercadoria em seu cliente final.